A Skycop, empresa que defende os passageiros em relação a reembolsos de voos, levou a Air Baltic a tribunal por compensações de voos não pagas, conforme descrito no Regulamento UE 261/2004.

A empresa iniciou 207 processos judiciais contra a companhia aérea mas só para a Lituânia.

Após uma longa e difícil luta legal, o tribunal apoiou os pedidos de compensação da Skycop. O problema em questão diz respeito a cerca de 120.000€ de indemnizações não pagas a 385 passageiros.
Outros litígios estão ainda em curso na Polónia e na Letónia.

“Depois de uma difícil batalha no tribunal, a Skycop e a Air Baltic estabeleceram finalmente um caminho para resolver esses casos e efetuar o pagamento das compensações. Chegou-se a acordo e a Skycop irá processar os pagamentos aos passageiros assim que a Air Baltic transferir o dinheiro”, disse Nerijus Zaleckas, o advogado que representou os interesses da Skycop e dos passageiros no tribunal.

Читайте также:  Emirates vai ligar Phnom Penh e Bangkok com voos diários a partir do Dubai

“Casos como este têm levado as companhias aéreas a mudar a sua atitude. Empresas como a Skycop operam sob o Regulamento da UE 261/2004 — e são elas que persuadem as companhias aéreas a cumprirem a lei. Todos irão beneficiar disso. Outros litígios deste tipo só acontecerão em casos excecionais”, acrescentou Nerijus.

A Skycop alega que a empresa procura sempre primeiro resolver as questões fora do tribunal. Só chegam a tribunal se não houver outra maneira de chegar a acordo pacificamente.

 A Skycop “irá atrás de cada e qualquer compensação não paga”.

De momento a empresa tem em curso 160 processos contra uma única companhia aérea na Polónia.

Outros processos de litígio continuam em Espanha ou estão prestes a ser iniciados na Alemanha.

Читайте также:  IATA: "tarifas aduaneiras e o 'Brexit' são dúvidas que pairam sobre o sector"

Actualmente, a Skycop está a apresentar ações judiciais contra diversas companhias aéreas, nomeadamente: Air Baltic, Ryanair, Swiss Air Lines, Iberia, Vueling, Enter Air, Smartwings Poland, Ukraine International Airlines, e outras.