O quarto e último avião da British Airways com um design retro dedicado ao centenário da British Airways entrou ao serviço. Todos os quatro modelos já voam por todo o mundo.

O Boeing 747 foi pintado à semelhança do design Negus, que fez parte da frota da British Airways entre 1974 e 1980.

“Este modelo segue-se ao Boeing 747 pintado com as cores da British Overseas Airways Corporation (BOAC), o Airbus 319 com design da British European Airways (BEA) e o Boeing 747 com desenho do British Airways Landor.”

A chegada do avião encerra o ciclo de “algumas semanas nostálgicas” para a comunidade de aviação.
Entusiastas do mundo inteiro já tiveram a oportunidade de voar “no Boeing 747 com o design da BOAC, no Airbus 319 com pinturas BEA e no 747 com design British Airways Landor.”

São modelos que já voaram em conjunto para mais de 30 destinos em todo o Reino Unido, Europa, África, Médio-Oriente e América do Norte. 

A série especial de aeronaves com design retro foi lançada para assinalar o centenário da British Airways, “com a companhia a assinalar o passado enquanto olha para o futuro. Juntamente com estes modelos cheios de História, todas as aeronaves que entrarem na frota, incluindo o A350, vão continuar a adoptar o design actual Chatham Dockyard.”

Читайте также:  Pilotos da TAP serão formados pela L3 Commercial Aviation

A aeronave 747-400 com design Negus, de matrícula G-CIVB, deu entrada no International Aerospace Coatings (IAC), no aeroporto de Dublin, no início do mês de março, onde foi pintada com a primeira versão do design Negus.

Foi este modelo com esta pintura que  fez parte da frota da British Airways entre 1974 e 1980, imediatamente após a fusão da BOAC e da BEA, bem como da criação da companhia aérea nos moldes em que é conhecida atualmente.
“O primeiro voo comercial com o novo design teve como destino a Cidade do Cabo.”

Alex Cruz, Chairman e CEO da British Airways, afirmou que “reintroduzir na nossa frota quatro designs de gerações antigas tem sido uma experiência incrivelmente nostálgica para nós e para os nossos passageiros. Estamos impressionados pela popularidade destes aviões. No ano do nosso centenário, é importante celebrar o passado e temos também grandes planos para o futuro. Estou entusiasmado com o resto que este ano nos reserva”.

Читайте также:  Avião da British Airways que assinala o centenário da companhia está pronto a voar

Quando voou inicialmente, o design Negus foi o primeiro a representar a British Airways desde 1939, altura em que a British Airways Limited original se fundiu com a Imperial Airways para formar a BOAC. Curiosamente, a bandeira do Reino Unido não está presente no lado do avião, uma vez que, como acontece com a pintura final da aeronave BEA, a bandeira começou a ser totalmente homenageada no tailfin da aeronave.

No ano do centenário, a British Airways está a organizar uma série de atividades e eventos. A companhia está a acolher o BA 2119, um programa que vai liderar o debate sobre o futuro dos voos e explorar o futuro dos combustíveis sustentáveis para aviação, as carreiras na aviação e a experiência do viajante do futuro. A companhia aérea vai trabalhar com parceiros especializados na identificação de 100 Britânicos modernos, pessoas de norte a sul do país que moldam a Grã-Bretanha moderna. Mas, claro, o ano não estaria completo sem momentos especiais para os passageiros – dentro e fora dos aviões.

Читайте также:  Rota Lisboa-São Paulo da TAP conta com mais um Airbus-A330neo

A actividade dedicada ao centenário conta com o atual investimento para os próximos 5 anos de 6,5 mil milhões de libras, direcionado para os clientes. O investimento inclui a instalação da rede Wi-fi de melhor qualidade e maior potência em todos os assentos, 128 aeronaves de longo curso com novos interiores e a recepção de 72 novos aviões. A companhia aérea apresentou também recentemente o esperado novo assento  da classe executiva, Club Suite, e confirmou a chegada do primeiro avião A350 para o mês de Julho.