A TAP vai voar para Banjul, capital da Gâmbia, a partir de 26 de outubro, operando com três voos por semana à partida de Lisboa.

Este novo destino em África é um reforço da operação da companhia aérea nacional em naquele continente, mercado onde a TAP tem registado crescimento significativo.

A operação será efectuada em Airbus A320, com três voos semanais, com partidas de Lisboa, pelas 20:55, de terças, quintas e sábados, e chegada a Banjul pelas 00:10 do dia seguinte.
Para Lisboa descolam pelas 01:05 de quartas, sextas e domingos, para aterrar no aeroporto Humberto Delgado pelas 06:05 (horas locais).

Os bilhetes para os voos para Banjul já estão à venda.

Читайте также:  A greve nas companhias aéreas dá direito a compensação confirma tribunal português

Com o lançamento desta nova rota, a TAP volta a aumentar a sua operação para África, acrescentado mais um país e uma capital à sua rede de destinos no continente africano.

A TAP voa em África para Marrocos (Marraquexe, Casablanca, Tânger e Fez), Cabo Verde (Sal, Praia, S. Vicente e Boavista), Senegal (Dakar), Guiné Bissau (Bissau), Costa do Marfim (Abidjan), Togo (Lomé), Gana (Accra), S. Tomé e Príncipe (S. Tomé), Angola (Luanda) e Moçambique (Maputo), num total de 10 países e 16 cidades.

Depois de ter anunciado recentemente o início da oferta de voos para Conakry, na Guiné Conakry, junta-se agora o novo destino Banjul, na Gâmbia, passando a transportadora aérea nacional a ligar Portugal directamente a 12 países e 18 cidades africanas.

Читайте также:  No ano do centenário, British Airways investe na melhoria dos serviços

“Em 2018, a TAP transportou nas suas rotas africanas mais de 1,1 milhões de passageiros, um crescimento de 11,3% face ao ano anterior. Com os novos destinos para 2019, a TAP vai manter a rota do crescimento em África.”, lê-se na nota de imprensa